TUDO O QUE APRENDI NA CONSULTA DO VIAJANTE

consulta do viajante

Acho que devo começar por fazer um disclamer no início deste post. O que vai ler não invalida (pelo contrário) que faça a Consulta do Viajante. Apenas conversando com um médico vai conseguir encontrar todas as solução adequadas às suas necessidades médicas e ao local para onde vai viajar.

Dito isto, vamos começar!

 

Marcar a Consulta do Viajante

consulta do viajante

Sou portuguesa, por isso, as soluções que apresento são para o meu país. Mas informe-se junto do seu médico ou serviço de saúde local sobre quais as opções que tem.

No meu caso, existem várias oportunidades. Desde o Instituto de Higiene e Medicina Tropical, em Lisboa, até ao site consultadoviajante.com, o qual nem implica qualquer deslocação. Aqui, a escolha poderá mesmo recair sobre o preço que lhe vão pedir por uma consulta.

Por incrível que pareça consegui o melhor dos dois mundos! Informei-me no meu posto de saúde local e, surpresa, eles têm disponível a Consulta do Viajante!

E assim foi: por 4,50€ tive a consulta, com uma médica espetacular, que não poupou esforços para me aconselhar da melhor forma. Um grande obrigada à Dra. Daniela Sá!

 

Medicamentos e Vacinação

consulta do viajante

Como deve compreender, neste campo não lhe posso dar grandes luzes, porque cada caso é diferente.

Dependendo para onde vai viajar, o médico irá aconselhar e prescrever de acordo com as tipologias de doenças que existem no país de destino.

Se é um viajante assíduo, nunca é demais informar o especialista sobre a vacinação que já fez anteriormente. Até porque existem vacinas que só tem que tomar uma vez na vida.

 

Água e Higiene Alimentar

consulta do viajante

Existem dois factores que podem influenciar negativamente uma viagem: a alimentação e os mosquitos, que são os maiores portadores de doenças.

Vamos começar pelo primeiro. Aqui ficam as dicas:

  • Beber água e bebidas engarrafadas e devidamente seladas. Caso não seja possível, ferva a água (5 a 10’) e/ou desinfecte;
  • Não utilize gelo;
  • Opte por frutos que possa descascar ou desinfectar;
  • Coma alimentos bem cozinhados e evite os crus;
  • Pense duas vezes antes de comer em vendas ambulantes ou em locais com pouca higiene.

 

Diarreia do Viajante

Claro que quando estão perto de 40º por vezes é difícil nos lembrarmos que aquela bebida geladinha que o nosso corpo tanto anseia, tem gelo. E lá vêm todas as repercussões que fazem da casa de banho o local mais visitado da viagem.

Em caso de diarreia grave, também existem dicas a partilhar:

  • Tome muito líquidos (sem gelo, ok!)
  • Alivie os sintomas com um antidiarreico. Mas, atenção, se tiver febre ou se a diarreia persistir mais de 3 dias consulte um médico.

 

Proteção Contra Mosquitos

consulta do viajante

Já no que diz respeito aos mosquitos, e de acordo com o que a Dra. Sá disse, existem espécies diferentes, ativas em diferentes alturas do dia. Por isso, não pense que só deve ter cuidado de manhã ou ao final do dia.

Aqui ficam algumas ideias a ter em conta:

  • Prefira vestuário de cores claras, protegendo a maioria do corpo;
  • Aplique repelente em todas as áreas expostas;
  • Renove a aplicação a cada 3 ou 4 horas;
  • Use o repelente como última aplicação, ou seja, coloque o hidratante ou o protetor solar e só depois o repelente. Pense num escudo protetor!
  • Procure nos produtos repelentes os compostos DEET, IR 3535 ou Icaridina;
  • Sempre que possível use uma rede mosquiteira ou, se possível, ar condicionado. Mais vale ter o AC nos 18º e vestir uma camisola;
  • Pode sempre usar inseticidas, difusores elétricos ou serpentinas como proteção adicional e evite portas e janelas abertas sempre que possível.

 

Ainda a reter da Consulta do Viajante

Se, como eu, é sensível ao sol, não se esqueça de escolher um protetor solar adequado à sua pele e de FPS elevado.

Lembre-se ainda de evitar nadar, pescar ou andar descalço em rios ou lagos.

 

O que levar na Mala?

consulta do viajante

Terminada a Consulta do Viajante, a próxima paragem foi na farmácia para comprar as medicações prescritas e preencher o nosso Estojo Médico Básico de Viajante, que deve conter:

  • Medicação habitual
  • Artigos de primeiros socorros
  • Termómetro
  • Repelente de Insectos
  • Analgésicos e antipirético
  • Antidiarreicos e sais de re-hidratação oral
  • Antibiótico (prescrito pelo médico)
  • Anti-malárico (se for o caso e prescrito pelo médico)
  • Preservativos (o método mais seguro de contracepção)

 

Se não quer levar à risca todas as dicas que indico aqui, deixo então um último conselho: use o seu bom senso! Lembre-se sempre que provavelmente teve que poupar muito ou de abdicar de muitas coisas para poder fazer a viagem, por isso, não deite tudo a perder.

E para que não esqueça o que aqui leu, pode descarregar gratuitamente o panfleto que preparei para si!

Boa viagem!

Gostou do Post? Guarde o Pin!

Vai também gostar de ler:

13 comments

  1. Ótimas dicas! Eu levo sempre minha farmacinha particular, mesmo que não esteja indo para locais com risco de doenças. Na India usava água de garrafa até para escovar os dentes!

  2. No norte não é tão fácil arranjar uma dessas consultas , para além de menos locais disponíveis (temos que ir ao Porto, a Braga ou a Viana do Castelo), é preciso marcar com alguma antecedência. Mas para certos destinos, é mesmo aconselhável passar por lá.
    Abraço

    1. Olá, Ruthia. Inicialmente também eram poucos os locais em Lisboa onde conseguíamos fazer a consulta do viajante, por isso fiquei tão surpreendida por conseguir fazer agora no centro de saúde. Mas podes sempre optar pelo online, no site que menciono no artigo, assim evitas deslocações 😉 Obrigada pelo comentário!

  3. Nunca consultei médico antes de viajar, mas sempre leio sobre o destino para saber se há necessidade de vacinas. Aqui em SP, Brasil, procuramos o posto de saúde do bairro e recebemos a vacina indicada gratuitamente.

  4. esses serviços são muito bons!No Brasil também temos em algumas cidades principais. Quando me consultei, achei ótimo. E foi de graça! Eles já aplicaram as vacinas necessárias gratuitas, indicaram as outras e deram as receitas de antibioticos. E quandovoltei da Asia com suspeita de ter trazido algo comigo, fizeram todos os exames também. Recomendo.

  5. Uau, essa ideia do Estojo Médico Básico de Viajante é realmente ótima! Confesso que não levo medicamentos e já sofri com alergia a shampoo em uma viagem, veja só. É básico, mas eu peco nesse quesito. Adorei o post!

  6. Adorei as dicas. A gente sempre leva um estojinho com os itens de saúde mais básicos. Mas sempre tem alguma coisa que a gente acaba esquecendo. Abraços e parabéns pelo post, muito instrutivo.

  7. Ótimo post, super útil. No Brasil também temos esse serviço de medicina do viajante. No Rio de Janeiro fica na fio cruz e em São Paulo também tem em diversos hospitais.

    Bjs
    Dani Bispo
    abolonhesa.com

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: