Goa Gong: A gruta das mil cores!

Goa Gong

Na minha viagem a Java este verão descobri a gruta de Goa Gong por puro acaso. Não era um local que tivesse na agenda, como estava Borobudur ou Prambanan, em Yogyakarta.

Quem me falou de Goa Gong foi Afis, o nosso anfitrião durante a estadia em Watu Karung. “Têm que ir visitar a gruta”, insistiu ele. E assim foi. Num dia de menos ondas, lá partimos à procura desse monumento.

Reservámos um carro com condutor para nos levar até lá. Nesta viagem não tínhamos alugado veículo próprio e este monumento ainda fica a cerca de 37 km do centro de Pacitan.

Goa Gong Goa Gong Goa GongGoa Gong

Um tesouro escondido na montanha

Para chegarmos a Goa Gong tivemos que atravessar a pé uma ponte aérea sobre a selva que se estende na encosta da montanha Gong-Gongan. Chegados à porta principal da gruta, fomos logo abordados para alugarmos lanternas para levarmos para o interior. A entrada para a mesma é paga, mas as lanternas não estão incluídas, por isso, se tiver uma pode sempre levá-la e evitar mais custos. Claro que os locais não vão gostar…

Já lá dentro, a humidade toma logo conta de nós e o calor é apenas suportado pelas grandes ventoinhas estrategicamente colocadas nas várias galerias.

Goa Gong

A paisagem de Goa Gong

Milhares de estalactites e estalagmites forram chão, tecto e paredes daquele local. Crê-se que são as mais belas do Sudeste Asiático.

Para observarmos este fenómeno natural descemos a cerca de 250 metros de profundidade, ora através de escadas de metal ali colocadas pelo homem, quer por degraus naturais que ligam as várias galerias.

Nada poderia ser observado não fosse o sistema de luzes colocado para iluminar os espaços mais imponentes, bem como o caminho a percorrer, claro. Mas os responsáveis por aquele monumento não fizeram a coisa por menos, colocando luzes de cor, o que cria atmosferas completamente diferentes.

Azul, verde, vermelho, rosa, roxo. As cores variavam à passagem e tornaram a visita ainda mais extraordinária.

A saída da gruta de Goa Gong faz-se por um caminho que nos leva por uma zona de pequenas lojas e bancas que vendem desde souvenirs, a roupa ou pequenas joias. Mais uma oportunidade para o povo local fazer mais algum dinheiro.

Goa Gong Goa Gong

O que acharam de Goa Gong? Curiosos para conhecer a gruta? Fica aqui mais um pequeno detalhe da passagem aérea até à entrada, pela montanha de Gong-Gongan. Espero que gostem!

GuardarGuardar

GuardarGuardar

GuardarGuardar

Vai também gostar de ler:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: