Drop In: Susana Ribeiro, autora do Viaje Comigo

Susana Ribeiro viaje comigo

Drop In é um termo estrangeiro que define uma visita casual ou uma breve paragem. No surf, a expressão é usada quando estás a surfar a tua onda e alguém entra nela.

Achei que este título se enquadrava na perfeição na nova rubrica que hoje começo. Por aqui, vou dar a palavra a outros viajantes como eu. Vou deixá-los “entrar na minha onda” para contarem as suas experiências, os seus percursos de vida e partilharem dicas das suas viagens.

Travel bloggers como eu, viajantes profissionais, ou, simplesmente, aficionados do mundo das viagens, que não conseguem estar parados e que querem conhecer este mundo e o outro. Todos vão fazer uma visita e deixar a sua marca por aqui.

Susana Ribeiro, autora do Viaje Comigo

Para estrear esta nova rubrica, convidei a Susana Ribeiro, autora do blog Viaje Comigo, para nos contar um pouco mais do seu percurso profissional, o que a levou a entrar no mundo da blogosfera, as alegrias e tristezas desta vida de blogueira, mas também algumas dicas sobre destinos e para quem se quer lançar no mundo pela primeira vez.

A onda é tua, Susana!

És jornalista de profissão. O que te levou a escolher o jornalismo de viagens? Foi a tua primeira opção?

Sou jornalista desde 1998, quando acabei o curso na Escola Superior de Jornalismo no Porto. Foi sempre o que desejei e nem coloquei outra hipótese. Queria ser jornalista de temas internacionais, compreender melhor o mundo… acho que só agora com o site é que acabei por fazê-lo. Ou seja, trabalhar temas internacionais. Compreender o mundo… ainda não! Ehehe!
Mais do que o jornalismo, a comunicação é algo que sempre me fascinou. Acho que é por isso que já trabalhei em rádio, televisão, imprensa e agora online.
Já fazia o turismo nacional, para as revistas onde trabalhei e, em 2013, com o site, é que decidi que queria viajar mais e escrever sobre isso. Despedi-me da rádio e revista onde trabalhava e dedico-me a 100 por cento ao site (mantenho a colaboração com um programa de TV onde sou repórter e faço voz off).

O que te atrai mais nesta área?

O que nos leva a viajar?… Descobrir o mundo, as diferentes culturas. 
Quando parto para um novo destino sinto sempre aquelas borboletinhas no estômago e há uma certa adrenalina por duas situações: ver com os nosso olhos locais que sempre quisemos conhecer e viver o ambiente de diferentes culturas.

Susana Ribeiro Viaje Comigo
© Susana Ribeiro | Viaje Comigo
Quando e porquê decidiste criar o blog Viaje Comigo?

Criei o blog em 2013, mas nos anos anteriores já me dedicava ao turismo nacional nas revistas e jornais onde trabalhei, como a Evasões, Notícias Magazine, a Sábado ou a Time Out Porto.
Criei o blog quando fiquei sem uma das colaborações que tinha. Já tinha a ideia de criar um blog, mas escrevia para demasiados sítios! Foi quando tive essa abertura que decidi avançar e criar algo profissional. Em 2013, quase não havia conteúdos online de destinos, em português (de Portugal). O João Leitão (também blogger) tinha e foi uma das pessoas que mais me impulsionou e ajudou. Acredito que eu própria já tenha inspirado outras pessoas — principalmente mulheres — a fazer o mesmo e já dei dicas a muita gente para o fazer.

É fácil ser blogger de viagens em Portugal?

Costumo dizer que é partir pedra todos os dias. É difícil, porque é preciso explicar todos os dias como é um trabalho de um blogger, os benefícios de trabalhar connosco, etc. 
No Brasil, estão muito mais preparados para perceber a importância dos bloggers de viagens e a influência que têm.
Um blog requer muito trabalho e dedicação e… suor e lágrimas, como em qualquer projeto onde somos nós a cara dele.
Não é fácil, mas se fosse fácil não tinha tanta piada, não é?

Susana Ribeiro viaje comigo
© Susana Ribeiro | Viaje Comigo
Gostas mais de viajar sozinha ou em grupo?

Nunca gostei de viajar sozinha… até ter o site. Se leres entrevistas anteriores digo que não gosto mesmo de viajar sozinha. Mas, quando o site se tornou o meu emprego, a 100 por cento, fui obrigada a viajar sozinha e aprendi a gostar.
Mas, tudo depende. Gosto também de viajar com amigos, família, com outros bloogers e jornalistas e comecei a perceber que podia ajudar a concretizar viagens de sonho se fizesse grupos… e foi o que fiz, juntamente com uma agência de viagens! Este ano vamos à Índia, o ano passado fomos à Malásia, antes fomos a Marrocos e à Turquia. Há uma viagem por ano que dedico aos meus leitores e tem sido muito divertido. A maior parte das pessoas não gosta de viajar em grupo, mas é uma forma de perderem medos de destinos. Em grupo, sentem-se mais seguros e apoiados e, claro, o meu grupo é sobretudo feito de mulheres, de todas as idades. E é bom ver que cada vez mais mulheres se aventuram pelo mundo, sozinhas ou acompanhadas.

Qual o destino que até hoje gostaste mais de visitar e porquê?

É a pergunta para 1 milhão de euros… à qual nunca sei responder! 🙂 
Todos os destinos marcam de certa forma, mas aqueles que conto voltar penso que são os mais marcantes… 
Adorei o Brasil, o Sri Lanka, a Malásia, adoro Itália, a Índia (já vou para a terceira vez e sempre em sítios diferentes) … são tantos! É difícil escolher…

Quando parto para um novo destino sinto sempre aquelas borboletinhas no estômago

Susana Ribeiro, Viaje Comigo Tweet
E o que gostaste menos? Porquê?

Não tenho nenhum destino que tenha gostado menos ao ponto de o referir. Claro que alguns ficam abaixo das nossas expectativas, mas nenhum foi assim tão mau… posso dizer que Viena ficou abaixo das expectativas. Tenho de voltar lá para me encantar com o sítio.

Qual aquele que ainda não visitaste, mas que está no topo da tua lista? O que tanto te fascina nele?

O meu topo da lista é muito grande! 🙂 E lá cabem países como Chile, Peru, Japão, Nova Zelândia e Austrália. Todos sempre no topo — por questões culturais e maravilhas da natureza — e que acabaram por ficar de lado… um dia lá chegarei.

Qual a pergunta sobre viagens mais estranha que alguma vez te fizeram?

Desde que viajo mais percebi que não existem perguntas estranhas… tudo é válido!
Mas, as mais difíceis de responder são sempre sobre a minha cidade, o Porto. E sobre o tempo… agora, só adivinhando.

Susana Ribeiro viaje comigo
© Susana Ribeiro | Viaje Comigo
Onde te vês daqui a 5 anos?

Ora bem… eu sempre mudei muito de emprego, nunca me vi a ficar muitos anos onde quer que fosse. Mas, com o site é como se tivesse um emprego novo todos os dias. Todos os dias há um desafio novo para ultrapassar e isso faz com que continue motivada… e a motivar outros a viajar mais. Por isso, provavelmente continuarei ligada ao online, não sei se com o Viaje Comigo ou com outros projetos de comunicação… estou sempre pronta para novos desafios.

Um conselho a quem quer se tornar num viajante a tempo inteiro?

Eu sou blogger de viagens a tempo inteiro, mas não viajante a tempo inteiro. Para isso, teria de estar sempre a viajar, mas não… estou muito em Portugal e a trabalhar também o turismo português.
Como todas as profissões, tem o seu lado bom e mau, como escrevi isso num texto que tenho no site, a explicar como é o nosso trabalho no dia a dia.
Tem muitos stresses, tem muitas horas no computador, muitas horas a trabalhar o site e as redes sociais, muitas horas a explicar o que fazemos e a criar parcerias. O lado bom é sempre conseguir viajar mais, mas que ninguém pense que é fácil. 
Para ser viajante a tempo inteiro, penso que o melhor será ir e trabalhar e viver alguns meses nos locais que se quer conhecer. Estando lá conhece-se melhor o país. E depois é saltar de país em país.

Nesta rubrica têm a palavra grandes viajantes, para que nos contem as suas experiências e nos deem dicas especiais. Conheçam a história de Susana Ribeiro, jornalista, viajante profissional e autora do blog português Viaje Comigo.
Gostou da entrevista? Faça Pin!

Conhece o site da Susana? Gostou da entrevista? Partilhe a sua opinião na caixa de comentários.

E não se esqueça de partilhar também o artigo nas redes sociais. Espalhe a palavra!

Comments

    error: Content is protected !!