Pavilhão do Conhecimento — Ciência em Lisboa

Pavilhão do Conhecimento

Foi um dos pavilhões que nasceu no Parque das Nações, em Lisboa, com a Feira Mundial, em 1998  (Expo98), e por ali ficou até aos dias de hoje. O Pavilhão do Conhecimento é um centro de ciência e de curiosidade, não só para as crianças como para os adultos.

Visitei-o quando foi a Expo e, recentemente, voltei lá para conhecer o local e as exposições.

A entrada do Pavilhão do Conhecimento não engana. No exterior, as paredes e um grande globo lembram o Espaço e de que a ciência não tem limites nem fronteiras.

Pavilhão do Conhecimento

Hoje Centro Ciência Viva, ao entrarmos no edifício começamos logo a encontrar os Módulos em Fuga. Pequenos núcleos interativos espalhados pelos corredores e salas e que põem à prova algumas teorias que envolvem desde o cérebro à gravidade.

As boas-vindas ficam a cargo de um pequeno robot que, atarefado, tenta chegar a toda a gente através de sensores de movimento. Infelizmente, quando voltei à sala para o fotografar, o robot estava numa “pausa”… ligado à corrente, porque também ele precisa de energia de tempos a tempos.

Pavilhão do Conhecimento

Angry Birds também têm ciência

Anualmente, o Pavilhão do Conhecimento apresenta uma grande exposição temporária e, desde o ano passado, que o maior espaço do edifício foi entregue à passarada. A coleção dos Angry Birds, jogo de culto e sobre o qual até já se fez grandes metragens de animação, enche o sítio de cor e convida à brincadeira. Aqui, as crianças podem alinhar as fisgas e até fazer rappel para deitar a baixo os porcos rezingões. Tudo sempre com muita ciência, desde o voo às trajetórias.

Se quiser levar lá os mais novos, tenha em atenção que a exposição apenas está patente até setembro de 2018, altura em que dará lugar a outra grande mostra.

Mas outros espaços esperam os visitantes. Na sala Explora são estudados os fenómenos naturais. Com 40 módulos interativos, vai aprender mais sobre a luz, a visão, a percepção, as ondas e outros sistemas de maior complexidade.

Outra das salas  preferidas pelos mais novos — entre os 3 e os 6 anos — é o Brincar Ciência, onde a diversão passa por vestir um fato de astronauta, construir uma casa ou entender as correntes de ar.

Só fica a faltar o espaço Dòing. Nesta oficina, as crianças podem criar, experimentar e partilhar com os pais uma série de atividades.

O Pavilhão do Conhecimento é o espaço perfeito para levar as crianças, ou para adultos que, bem lá no fundo, têm uma curiosidade que roça o infantil.

Pavilhão do Conhecimento

Dicas sobre o Pavilhão do Conhecimento

– Se quiser fazer uma visita mais calma e sem confusões, opte por ir durante a semana. Aos fins de semana, a casa enche e pode ser mais complicado tirar todo o partido das exposições e atividades

– Relembro que a exposição dos Angry Birds termina em Setembro, por isso tem até esse mês para levar as crianças

– No primeiro domingo de cada mês pode levar o seu cão a visitar o Pavilhão do Conhecimento. Nesse dia, existem workshops orientados para os amigos de 4 patas

– O centro também organiza festas de aniversários para os mais novos

– Claro que para visitar o Pavilhão do Conhecimento terá de pagar bilhete: Adultos: 9€; Criança 3-11 anos: 6€; Jovem 12-17 anos: 7€; Sénior: 6€

Pavilhão do Conhecimento

Gostou do Post? Faça Pin!

Já conhecia o Pavilhão do Conhecimento? O que acha deste tipo de espaço? Deixe a sua opinião na caixa dos comentários em baixo. E não se esqueça de partilhar este post nas sua redes sociais. Obrigada!

Comments

error: Content is protected !!